Q

Previsão do tempo

17° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 25° C
17° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
17° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 28° C

Espiritismo e homeopatia em foco

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
– “Espiritismo e Homeopatia”? Olha que tema foram eles arranjar… – Foi o que pensei, quando li a notícia do ciclo de palestras comemorativo dos oito anos do Centro de Cultura Espírita de Caldas da Rainha. Pensava eu, nada versado em questões científicas, que a Medicina Homeopática (que sei ser largamente usada e reconhecida em […]
Espiritismo e homeopatia em foco

– “Espiritismo e Homeopatia”? Olha que tema foram eles arranjar… – Foi o que pensei, quando li a notícia do ciclo de palestras comemorativo dos oito anos do Centro de Cultura Espírita de Caldas da Rainha. Pensava eu, nada versado em questões científicas, que a Medicina Homeopática (que sei ser largamente usada e reconhecida em países como a Alemanha ou o Reino Unido), era apenas mais um tipo de Medicina, só que “em gotinhas”. Afinal, o palestrante da noite de 7 de Janeiro, Paulo Mourinha, médico homeopata de profissão e trabalhador espírita, veio a protagonizar uma das mais belas conferências a que tive a oportunidade de assistir. Rechaçada por religiosos dogmáticos (que desconfiam de tudo o que não entendem) e por ateus não menos dogmáticos (pelas mesmas razões), a Homeopatia é um conceito que aparece pela primeira vez com Hipócrates, o “Pai da Medicina”, e vem a ser estabelecido pelo médico alemão Hahnemann, no século XVIII. Para os leigos como eu, a Homeopatia é uma Medicina que usa remédios naturais e que, ao invés de curar este ou aquele órgão, este ou aquele sintoma, procura restabelecer a harmonia geral. E não é que seja mentira. Mas não é tudo. A forma global de encarar o Homem, própria da Homeopatia, tem pontos de contacto com o Espiritismo: ambos consideram o ser humano como o conjunto Espírito + perispírito (corpo espiritual) + corpo; e ambos entendem que tratar o Espírito é tão importante como tratar o corpo – não é por acaso que Jesus de Nazaré é conhecido como o grande Médico das Almas… A Homeopatia não se apresenta de forma alguma com pretensões de exclusivismo. Paulo Mourinha deixou bem claro que todo o progresso da ciência médica é bem-vindo, e que os procedimentos como as cirurgias são uma bênção, que poupa vidas e incontáveis sofrimentos. No entanto, também se sabe hoje que há desequilíbrios no psiquismo humano que se vão exteriorizando sob a forma de patologias físicas. Os meus paupérrimos conhecimentos científicos não me permitem acompanhar todas as subtilezas da questão, mas a minha formação espírita permite-me entender que, sendo o perispírito (corpo espiritual) ainda matéria, e sendo a matéria energia, é legítimo admitir que haja medicamentos que possam actuar ao nível energético perispiritual. A ciência actual tem vindo a confirmar os postulados espíritas acerca da nossa natureza energética e da nossa imortalidade No seu estilo vivo e descontraído, Paulo Mourinha teceu diversas considerações sobre a evolução histórica do Pensamento, que já foi cartesiano e linear, e agora começa a ser complexo. A separação entre Espírito e Matéria, com a Ciência a ocupar-se da Matéria, e as religiões a deterem a propriedade do Espírito, parece ser uma separação com os dias contados, à medida que a Ciência confirma a existência do Espírito, e o raciocínio amadurecido já não se satisfaz com o Milagre, o Sobrenatural ou o Mistério. O título completo da conferência, foi, aliás, ”Espiritismo e Homeopatia – Ciências da Alma”. A Doutrina Espírita defende que somos Espíritos imortais, e que estamos temporariamente no mundo material para nos aperfeiçoarmos e evoluirmos em direcção ao Conhecimento e à Felicidade. A Homeopatia partilha essa concepção do Homem, e alivia-lhe os padecimentos físicos procurando as causas, ao invés de eliminar pontualmente os sintomas. O Espiritismo afirma que “Fora da Caridade não há salvação”, entendendo-se salvação como progresso, e por contraponto às religiões, que afirmam, cada uma, que fora delas não há salvação da alma. O Espiritismo não faz depender, por isso, o bem-estar espiritual (ou a salvação tal como a entende), de nenhum clérigo, nenhuma Igreja, nenhuma bênção ou sacramento especial. O Espiritismo responsabiliza cada um pelo seu progresso. E a Homeopatia responsabiliza cada um pela sua saúde, pela sua cura, pelo seu bem-estar. Aos interessados, sugiro que procurem o registo áudio da palestra no site do Centro de Cultura Espírita de Caldas da Rainha em www.ccespirita.org Um dia, estou certo, todas as Medicinas considerarão o ser humano na sua totalidade, de uma forma, como agora se diz “holística”. Roberto António

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

PSP ajudada por agentes espanhóis

Dois polícias espanhóis que participaram num projeto de intercâmbio com Portugal entre 1 e 8 e agosto estiveram em serviço de patrulhamento e vigilância na Nazaré, Alcobaça e Caldas da Rainha.

psp

Acidente mata dois jovens

Um rapaz e uma rapariga, ambos de 18 anos, morreram no passado domingo na sequência do despiste do carro em que seguiam, cerca das sete e meia da manhã, no IC2, perto de Alcoentre. Outros dois jovens ficaram feridos, um dos quais com gravidade, uma rapariga que foi transportada para o hospital de Vila Franca de Xira.