Login  Recuperar
Password
  14 de Outubro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Sociedade, Óbidos
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Missão de Natal em Óbidos ensina jovens a reviver a fé

Quatro dezenas de jovens das paróquias de Óbidos e de Algés aprenderam a evangelizar no serviço, redescobrindo a beleza da fé cristã. A atividade juvenil, com o tema “Missão de Natal - Ide e Anunciai”, decorreu de 26 a 30 de dezembro no concelho de Óbidos e recuperou tradições junto da população mais idosa. O projeto sobre a missão juntou o interesse de ambas as paróquias, devido à ligação próxima do coadjutor de Óbidos Ivo Santos, proporcionando um evento mais rico e participado. O principal objetivo da Missão de Natal foi concretizado, conseguindo tirar os jovens do ‘dia a dia’, colocando-os ao serviço nas comunidades paroquiais de Amoreira e Usseira, formando dois grupos mistos. Os jovens foram reintegrados em famílias de acolhimento e permaneceram em diversas atividades contactando com crianças, idosos e doentes, com participação ativa em celebrações diárias de oração.

08-01-2013 |

Evento juvenil recuperou o canto das Janeiras na Usseira após 65 anos
Evento juvenil recuperou o canto das Janeiras na Usseira após 65 anos
Na freguesia da Usseira, o grupo de jovens, entre eles, escuteiros, numa noite fria, recuperou o canto das Janeiras, que segundo os mais velhos residentes na localidade, não se repetia há mais de 65 anos. Esta experiência “serve para que os jovens com humildade saibam integrar tradições existentes, por vezes esquecidas nos dias de hoje, e fazer parte das famílias que os acolhem”, salientou Felisbela Paixão. Como ‘manda a tradição’, de porta em porta e pelas ruas da freguesia, entoando cânticos e tocando instrumentos folclóricos, o grupo anunciou o nascimento de Jesus, desejando um feliz ano de 2013. Com este gesto, os jovens facilmente contagiaram os habitantes com a alegria e boa disposição, e os mesmos ofereciam ginja e broas e muitos reintegravam-se no espírito do grupo.
O evento juvenil concluiu com Eucaristia na Igreja de São Pedro na vila de Óbidos, presidida pelo padre Hugo Gonçalves, Perfeito do Seminário Menor de Caparide em Lisboa, que acompanhou os jovens diariamente nesta missão. Juntos terminaram o encontro com os seus familiares e amigos, num almoço convívio partilhado no Salão Paroquial da Amoreira.
O JORNAL DAS CALDAS falou com a responsável Felisbela Paixão, no final do evento, a qual deu a conhecer a verdadeira mensagem da Missão de Natal e alguns testemunhos dos jovens. A animadora revelou que inicialmente foi difícil congregar jovens, muitos deles não têm vontade e arranjam outras tarefas para fazer, “ir para um local ajudar os outros em tempo de férias não é o mais apetecível, e só por isso já dão o seu testemunho”. Juntos conseguiram identificar que para além de “uma vontade” é algo que eles necessitam “para abrir os olhos para aquilo que os rodeia”, e através da verdadeira missão “que Deus nos chama a fazer – amar os outros e mostrar aos outros o amor de Jesus, compreendem que para servir, não basta só os dias que permaneceram em atividade”.
“Tal como o Natal é o nascer de Jesus em cada um de nós, a ressurreição significa o reviver para a fé, o perceber, como alguns deles disseram, que há tanto tempo que não sentiam Jesus a seu lado e que hoje renovaram a experiencia com a convicção de querer caminhar com Ele, e, através dos doentes, crianças e idosos, Jesus manifesta-se para mostrar a todos nós o quanto Ele nos ama”, explicou animadora Felisbela. Os vizinhos que se disponibilizam a acolher os jovens ficam sensibilizados pelo testemunho vivo cristão, e o gesto propaga-se numa “cadeia de bem”, exteriorizando que Jesus está presente e até “nas nossas próprias casas por vezes não damos por Ele”.
No final da atividade, os jovens reuniram-se para partilharem as suas experiências vividas em comunidade, adotando o canto das Janeiras como o momento mais marcante. Na Usseira, “alguns não lhes apeteciam tocar às portas, mas foram e perceberam que os moradores saíam das suas casas para conviverem com eles”, apelando à união daquela comunidade paroquial. A jovem responsável manifestou que apesar de algumas pessoas “recusarem com medo de as querem assaltar”, houve bastante recetividade permanecendo em convívio até mais tarde.
“O canto das Janeiras é a Igreja viva a cantar e a louvar o Senhor, como nós aqui queremos passar o testemunho para os jovens”, frisou Felisbela Paixão valorizando a iniciativa como uma tradição indispensável repleta de felicidade nos dias de hoje. “É muito gratificante sentir que as pessoas nos acolheram e se alegraram com a nossa vinda, entendendo o significado e a importância de fazer missão”, concluiu a jovem animadora expressando a “responsabilidade consciente” adquirida pelos jovens no aprofundamento da fé cristã.
?João Polónia
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar