Login  Recuperar
Password
  25 de Outubro de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Economia, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Lançamento de scooters eléctricas nas Caldas

23-07-2008 |

Lançamento de scooters eléctricas nas Caldas
Lançamento de scooters eléctricas nas Caldas
Produtos amigos do ambiente, perfeitas para as áreas citadinas, são as Scooters Eléctricas da marca EcoGlady, que foram lançadas nas Caldas da Rainha na passada quarta-feira. EcoGlady é uma marca pioneira no segmento das scooters eléctricas em Portugal. Não são poluentes e nível de ruído e sem emissões de CO2, não necessitam de revisões, são fáceis de conduzir e não dependem do petróleo. Consomem apenas quarenta cêntimos por cada 100 Km. Atingem a velocidade máxima de 45 Km/h e têm uma autonomia de 65 Km. O tempo de carga da bateria é de 4 a 8 horas. Os preços variam consoante o modelo, O mais barato (eco Spider) tem o custo de 1375,00 Euros e o modelo mais caro (eco Racer) tem o preço de 1875,00 Euros. Fernando Fidalgo, presidente da Delegação das Caldas da Rainha da Cruz Vermelha, aceitou o desafio do importador e é o agente oficial destas scooters na Região Oeste. Tem como parceiros a loja Surfoz, que é responsável pela exposição e venda das scooters eléctricas, e a Jomoto, no Largo João de Deus, para a assistência técnica. Segundo o importador nacional, Carlos Rodrigues, este conceito de veículo eléctrico em Portugal ainda é novo para a grande maioria dos portugueses, mas com a constante subida do petróleo e as graves alterações climáticas, tornam "urgente uma mudança de hábitos de vida". De acordo com o importador, "as scooters EcoGlady possuem a última tecnologia desenvolvida para este tipo de veículos, que as colocam como sendo os veículos mais económicos do mercado". "A scooter tem um carregador que liga à tomada normal das nossas casas e a partir do momento que a scooter atinge a carga máxima o carregador automaticamente desliga", explicou o responsável, adiantando que "uma carga completa de bateria gasta dois quilowatts à hora". No mercado português desde Maio, já circulam no país cerca de 50 scooters eléctricas. Segundo o representante, estes veículos têm tido uma boa aceitação na Alemanha, França, Espanha, Holanda, Suécia e Inglaterra. De acordo com Carlos Rodrigues, o público-alvo são pessoas de 25 a 30 anos, de classe média alta, que se preocupam com o meio ambiente. Um dos modelos destas scooters eléctricas está na loja Surfoz para quem queira fazer uma test-drive. Para mais informações pode enviar um E-mail para o agente na Região Oeste: ecoglady.oeste@gmail.com. Marlene Sousa
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar